Reuven Rivlin é recebido por Macron em Paris durante tour de despedida à Europa (Amos Ben Guershon, GPO) Reuven Rivlin é recebido por Macron em Paris durante tour de despedida à Europa (Amos Ben Guershon, GPO)

Convite bipartidário foi feito ao presidente do Estado de Israel meses antes do fim de seu mandato.


Por Unidos com Israel

Tel Aviv, 21/03/2021

 

O gabinete da Presidência do Estado de Israel informou que recebeu um convite bipartidário de ambas as casas do Congresso dos Estados Unidos para que o presidente Reuven Rivlin viaje a Washington e discurse no Capitólio. Esta, seria uma visita de despedida de Reuven Rivlin que em julho deste ano deixa o cargo de presidente após o fim de seu mandato de 5 anos.

Ser convidado para discursar em uma sessão conjunta do Congresso dos Estados Unidos é uma das grandes honras oferecidas por Washington a líderes mundiais. Netanyahu por exemplo, já o fez três vezes igualando-se a um dos heróis da Segunda Guerra Mundial, o Primeiro-ministro britânico Winston Churchill.

De acordo com o Porta-voz da presidência israelense não se sabe ainda se Rivlin irá realmente aos Estados Unidos. “Tudo depende das restrições relacionadas à pandemia do coronavírus”, disse o porta-voz. Se a viagem acontecer, ele deverá ser recebido também pelo presidente Joe Biden.

Meses antes do fim de seu mandato Rivlin atendeu na semana passada a convites feitos pelos governos da França, Áustria e Alemanha e viajou à Europa. Acompanhado do Chefe do Estado-maior do Exército de Defesa de Israel, General Aviv Kochavi,  ele tratou junto aos líderes europeus de três temas fundamentais para a segurança do povo e Estado de Israel. São eles a ameaça representada pelo grupo terrorista Hezbollah, o fortalecimento do programa nuclear bélico iraniano e por último, a decisão do Tribunal Penal Internacional de investigar Israel por supostos crimes de guerra.

Além destes países, o décimo Presidente do Estado de Israel também foi convidado a fazer uma viagem oficial de despedida à Romênia, Portugal e Bulgária.