Passaportes israelenses (foto: David Aghiarian) Passaportes israelenses (foto: David Aghiarian)

Abertura da Embaixada de Israel nos Emirados Árabes Unidos é mais um passo em direção ao completo estabelecimento dos Acordos de Abraão.


Por David Aghiarian, Unidos com Israel

Tel Aviv, 24/01/2021

 

Foi aberta neste domingo (24) em Abu Dhabi, a Embaixada de Israel nos Emirados Árabes Unidos. Isto, segundo nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores.

“Hoje foi aberta oficialmente a Embaixada de Israel em Abu Dhabi, com a chegada do responsável pela representação diplomática, Embaixador Eytan Naeh”, diz a nota.

 

היום נפתחה באופן רשמי שגרירות ישראל באבו דאבי, עם הגעת הממונה על הנציגות, איתן נאה. שגרירות ישראל במדינת איחוד האמירויות…

Posted by ‎משרד החוץ‎ on Sunday, January 24, 2021

Embaixador Eitan Naeh

 

Diplomata de carreira, Eytan Naeh ingressou no Ministério das Relações Exteriores de Israel em 1991. Desde então, ocupou diversos cargos no corpo diplomático israelense até ser escolhido para ocupar o cargo de Embaixador de Israel no Azerbaijão em 2001. Em 2013 ele também esteve à frente do Embaixada de Israel no Reino Unido e em 2016, assumiu o cargo de Embaixador de Israel na Turquia. Aos 57 anos, Naeh é casado e tem dois filhos.

“O Ministério das Relações Exteriores continua a conduzir a materialização dos acordos de paz e normalização das relações no Golfo Pérsico e a elevar a condição de Israel junto à comunidade internacional. A abertura da representação permitirá que sejam ampliados os laços bilaterais entre Israel e os Emirados Árabes Unidos”, disse o Ministro das Relações Exteriores de Israel, Gabi Ashkenazi.

 

Embaixada dos Emirados Árabes em Tel Aviv

 

Também neste domingo, o governo dos Emirados Árabes Unidos aprovou oficialmente a abertura de sua representação diplomática em Tel Aviv. Isto, segundo informação do canal de mídia estatal.

Ainda não foi divulgada a data ou qualquer outra informação referente a abertura da Embaixada dos Emirados Árabes em Tel Aviv.

Em agosto do ano passado, Abu Dhabi surpreendeu o mundo ao anunciar a normalização de suas relações com Jerusalém. Em setembro, nos jardins da Casa Branca, foi assinado o primeiro dos Acordos de Abraão.

Arquitetados pela administração do então Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, os Acordos de Abraão contribuíram com a estabilidade do Oriente Médio e pacificaram, ou melhor estabeleceram, as relações diplomáticas entre Israel, Emirados Árabes, Bahrein, Sudão e o Marrocos.