Soldados do IDF próximos a fronteira entre Israel e a Síria (foto: Dover Tzahal) Soldados do IDF próximos a fronteira entre Israel e a Síria (foto: Dover Tzahal)

Encontrados do lado israelense da fronteira com a Síria, os explosivos foram desativados pela unidade de Engenharia de Combate do Exército de Defesa de Israel.


Por David Aghiarian, Unidos com Israel

Tel Aviv, 17/11/2020

 

O Porta-voz das Forças de Defesa de Israel, IDF na sigla em inglês, divulgou na manhã desta terça-feira (17), que explosivos foram encontrados no território israelense a poucos metros da fronteira com a Síria.

“Forças do Exército de Defesa de Israel encontraram alguns explosivos de fabricação caseira próximo a cerca da fronteira com a Síria, na região sul da Colinas do Golã e dentro do território israelense”, diz uma nota publicada em hebraico pelo IDF.

Os explosivos foram encontrados próximo ao local onde no mês de agosto deste ano, o IDF frustrou o ataque de uma célula terrorista a Israel. Na ocasião, 4 terroristas sírios foram mortos na tentativa de explodir a cerca que divide os territórios sírio e israelense.

O Exército de Defesa de Israel responsabilizou o regime do ditador sírio Bashar al-Assad “por tudo o que acontece em seu território”. Mesmo assim, ainda não foi descartado o envolvimento do grupo terrorista Hezbollah e até de forças ligadas ao regime iraniano. Estes, aliados do ditador, circulam livremente na região fronteiriça e tentam a qualquer custo, estabelecer-se militarmente próximo ao território israelense.

“Não aceitaremos ofensas a soberania de Israel”, disse o Porta-voz do IDF em nota.

Os explosivos encontrados na manhã desta terça-feira foram desativados pela Unidade de Engenharia de Combate do Exército de Defesa de Israel. Não houve incidente e ninguém se feriu.