Ilustração: soldados do exército israelense (Dover Tzahal) Ilustração: soldados do exército israelense (Dover Tzahal)

Grupo terrorista convocou ataques à fronteira com Israel para esta quarta-feira.


Por Unidos com Israel

Tel Aviv, 24/08/2021

 

As Forças de Defesa de Israel, IDF na sigla em inglês, reforçaram a segurança de todo o perímetro da fronteira entre o país e a Faixa de Gaza. A decisão foi tomada diante das ameaças do grupo terrorista Hamas e dos ataques à fronteira israelense convocados para esta quarta-feira (25).

“Após avaliações e como parte das preparações para os iminentes ataques à ordem, décimos enviar mais homens ao Grupamento da Faixa de Gaza”, diz uma nota divulgada pelo Porta-voz do IDF.

Baterias antiaéreas também foram reposicionadas para o caso de foguetes serem lançados contra Israel pelos terroristas do Hamas, Jihad Islâmica ou qualquer outro grupo presente na Faixa de Gaza.

Barel Hadariya Shmueli, soldado israelense atingido por um tiro disparado por um terrorista do Hamas (Israeli Police)

No último sábado, durante uma série de manifestações semelhantes a estas convocadas para hoje pelo grupo terrorista Hamas, bombas foram lançadas contra o muro de segurança que separa o território israelense da Faixa de Gaza. Além disso, o soldado Barel Shmueli da Polícia de Fronteiras de Israel ficou gravemente ferido após ser baleado na cabeça por um terrorista do Hamas.

Durante toda esta semana, balões incendiários lançados desde a Faixa de Gaza provocaram dezenas de incêndios na região sul de Israel.

“O IDF continuará agindo com vigor contra as ações do terrorismo nas fronteiras de Israel”, diz ainda a nota do Porta-vod do exército israelense.