Membros da célula terrorista presos pelo Shin Bet (Shin Bet) Membros da célula terrorista presos pelo Shin Bet (Shin Bet)

Related:

Prisão dos membros da célula terrorista acontece em um momento em que Israel enfrenta uma onda de violência e terror.


Por Unidos com Israel

Jerusalém, 20/09/2022

 

O Shin Bet, serviço de inteligência doméstico de Israel, divulgou nesta segunda-feira (19) haver prendido uma célula terrorista que planejava atentados à bomba contra alvos israelenses, civis e militares. Ao todo, 7 pessoas foram presas por envolvimento com o grupo terrorista Hamas.

Os suspeitos presos são palestinos moradores das cidades de Nablus e Hebron. Eles foram identificados como Masab Himouni, Ahmed Daoud, Izz a-Din a-Zin, Imad Abu Khalaf, Abdullah Quasma, Mamoun Hanani e Kamaal Hanani.

Metralhadoras apreendidas com os membros da célula terrorista (Shin Bet)

De acordo com o Shin Bet a célula terrorista recebia suas ordens de Yahya Amer Muhammad Abu Sayfan (26) que a partir da Faixa de Gaza recrutava palestinos para as fileiras do Hamas. Ele também oferecia apoio financeiro e logístico ao grupo que já havia adquirido armas e material que estava sendo usado para a fabricação de explosivos caseiros.

“A investigação e as prisões revelam, mais uma vez, a continuidade dos esforços dos terroristas do Hamas e de agentes estrangeiros que têm por objetivo a desestabilização e proliferação da violência”, diz uma nota divulgada pelo Shin Bet.

A prisão dos membros da célula terrorista acontece em um momento em que Israel enfrenta uma onda de violência e terror, principalmente na região da Judéia e Samaria. Apenas no mês de agosto deste ano, houve pelo menos 23 atentados a tiros registrados pelas forças de segurança israelenses. O número de ataques onde foram usados coquetéis molotovs e explosivos de fabricação caseira também aumentou.

“Nós continuaremos agindo para frustrar as tentativas do Hamas de realizar atentados terroristas contra Israel”, disse o Shin Bet.