Foto: IDF Spokesperson Unit

Passageiro clandestino tentou incendiar navio de carga turco e equipe de elite da Marinha de Israel foi acionada para prendê-lo em alto mar. Operação foi coordenada por Israel em parceria com o capitão do navio e com a Embaixada da Turquia em Israel.

Na madrugada do último domingo, por volta das 2h, fuzileiros navais da Marinha de Israel foram acionados para conter uma emergência no navio MSC Carrera que vinha da Turquia para Israel.

O capitão do navio, acionou as forças de segurança de Israel depois que um passageiro clandestino foi descoberto pela tripulação do navio. Ao ser descoberto, o passageiro tentou colocar fogo no navio, 20 tripulantes tiveram que se proteger em uma área isolada do navio

Fuzileiros navais de uma equipe de elite da Marinha de Israel foram enviados para conter a situação. Os fuzileiros israelenses se infiltraram no navio e detiveram o passageiro que em terra, foi preso pela polícia de Israel que está investigando o caso.
As primeiras investigações apontam que passageiro queria entrar clandestinamente em Israel.

Durante a operação, o Ministério das Relações Exteriores de Israel, manteve a Embaixada da Turquia a par da situação. Os diplomatas turcos quiseram saber se algum cidadão turco havia se ferido durante a operação, ninguém ficou ferido.