Caças F35 Adir da Força Aérea de Israel (Foto: Dover Tzahal) Caças F35 Adir da Força Aérea de Israel (Foto: Dover Tzahal)

Apelidado de “Sobrevivendo ao relâmpago”, este é o terceiro exercício militar conjunto das forças aéreas de Israel e dos Estados Unidos em meio à pandemia do coronavírus.


Por David Aghiarian, Unidos com Israel

Tel Aviv, 15/10/2020

 

Durante esta semana, de uma base aérea militar na região norte de Israel decolaram diversos caças de combate, aviões tanque e demais aeronaves que participaram de um exercício militar conjunto das forças aéreas israelense e americana. Apelidado de “Enduring Lightening 3” ou “sobrevivendo ao relâmpago 3” em uma tradução livre para o português, este é o terceiro treinamento das equipes neste ano. Isto, apesar da crise internacional causada pela pandemia do coronavírus o que demonstra, a forte ligação e o comprometimento de cooperação entre Israel e os Estados Unidos.

Voando caças F35, os mais avançados do mundo, os pilotos das esquadrilhas 116 da força aérea israelense e 421 da força aérea americana, simularam exercícios de ataque e manobras de defesa em território hostil. Fazendo o papel das forças inimigas, estavam os caças da esquadrilha 115 da força aérea israelense.

Caças F35 Adir da Força Aérea de Israel (Foto: Dover Tzahal)

Além disso, treinos de reabastecimento em pleno ar também foram realizados pelas esquadrilhas 908 e 340 da Força Aérea dos Estados Unidos. Estas duas, utilizando as aeronaves KC-10 Extender e KC-135 Stratotanker.

“Apesar de enfrentar a pandemia do coronavírus e preocupar-se com a saúde de seus integrantes, a Força Aérea continua a zelar pela sua completa prontidão operacional através de exercícios rotineiros e cooperação internacional. Isto, por precisar estar sempre pronto para a missão de defender os céus de Israel, em tempos de paz e na guerra”, diz uma nota expedida pelo Porta-voz das Forças de Defesa de Israel.