Plastic pollution (Shutterstock) Shutterstock

Escolas de Tel Aviv deixarão de usar talheres e pratos descartáveis até o fim do ano. Diariamente, 20.000 crianças almoçam com utensílios de plástico descartáveis em escolas, jardins de infância e creches da cidade.

Unidos com Israel

A prefeitura da cidade de Tel Aviv tomou esta semana uma importante decisão que ajudará, e muito, na preservação do meio-ambiente.

Através de um comunicado divulgado no último dia 28, a prefeitura de Tel Aviv informou, que irá banir das escolas e creches da cidade os utensílios descartáveis. Atualmente, 20.000 alunos do sistema de ensino municipal da cidade de Tel Aviv fazem suas refeições com pratos e talheres descartáveis.

A prefeitura informou ainda que até o final de 2019, concluirá a aquisição e distribuição de pratos e talheres para todas as escolas e creches da cidade. Máquinas de lavar pratos e talheres serão instaladas nas creches e jardins de infância para auxiliar os funcionários destes estabelecimentos a se adaptarem a nova realidade.

Além de combater os descartáveis a prefeitura de Tel Aviv informou que está concluindo um estudo e que em pouco tempo, irá modificar o contrato que mantém com as empresas que fornecem alimento pronto para as escolas. Em Israel, os serviços de catering são muito comuns. De agora em diante, estas empresas deverão trocar os recipientes, vasilhas e tigelas de plástico por utensílios de aço inox.

A subprefeita de Tel Aviv, Tzipi Brand, disse que “este é um processo complexo que levou vários meses para ser concluído e contou com a participação de diversos órgãos, como a Secretaria de Educação e a Secretaria de Saúde. Tudo isso foi feito para garantir a segurança e a saúde das crianças sem que haja prejuízo aos corpos docentes e funcionários do sistema de educação”.

A subprefeita disse ainda que a decisão foi tomada em prol da preservação do meio ambiente. Segundo ela, através do exemplo, a prefeitura pretende chamar a atenção de alunos, pais e moradores de Tel Aviv para a necessidade de se preservar o meio ambiente e promover a sustentabilidade.