Explosões deixam 14 pessoas feridas em Jerusalém (Polícia de Israel) Explosões deixam 14 pessoas feridas em Jerusalém (Polícia de Israel)

Related:

Atentados à bomba aconteceram por volta das 7h desta quarta-feira (23), em pontos de ônibus na entrada da cidade de Jerusalém.


Por Unidos com Israel

Jerusalém, 23/11/2022

 

Nesta quarta-feira(23), dezessete anos após o fim da Segunda Intifada, a cidade de Jerusalém voltou a ser alvo de atentados à bomba. Duas explosões, no horário de pico da manhã, deixaram um morto e outras 13 pessoas feridas. Três vítimas estão em estado crítico e as equipes médicas tentam salvar as suas vidas em hospitais da cidade.

A primeira explosão registrada hoje em Jerusalém aconteceu por volta das 7h da manhã na entrada principal da cidade. De acordo com as autoridades, uma bomba escondida em uma bolsa explodiu ao ser deixada em um ponto de ônibus na rua Shaarei Yerushalaim, ou Portões de Jerusalém em português.

A segunda explosão aconteceu cerca de 30 minutos depois, na entrada do bairro Ramot, na região norte da capital de Israel. Outra bomba, plantada da mesma forma, explodiu em um segundo ponto de ônibus quando passageiros desciam de um ônibus da empresa Egged.

 


Cena da explosão no bairro de Ramot, em Jerusalém.

 

De acordo com a Polícia de Israel, as bombas foram explodidas remotamente, à distância, por terroristas que ainda não assumiram a autoria do atentado. As autoridades acreditam ainda que os dois atentados tenham ligação e que foram arquitetados e executados por membros da mesma organização terrorista.

Todos os feridos foram levados para os hospitais Shaarei Zedek Medical Center e Hadassah. Ainda não há notícias sobre seus quadros clínicos além da informação de que 3 feridos estão em estado crítico.

Após os atentados a Polícia de Israel fechou a Estrada 1, principal rota de acesso à cidade de Jerusalém. A segurança em toda a capital de Israel foi reforçada e os órgãos de defesa colocados em estado máximo de alerta.