Terror em Jerusalém: adolescente árabe esfaqueia mulher israelense na frente dos filhos (Polícia de Israel) Terror em Jerusalém: adolescente árabe esfaqueia mulher israelense na frente dos filhos (Polícia de Israel)

Mulher israelense levava seus filhos para a escola quando foi surpreendida e esfaqueada por uma terrorista.


Por David Aghiarian, Unidos com Israel

Tel Aviv, 08/12/2021

 

Na manhã desta quarta-feira (8) uma terrorista árabe esfaqueou uma mulher israelense no bairro de Shimon Hatzadik, na parte oriental de Jerusalém.

O bairro de Shimon Hatzadik, também conhecido como Sheik Jarrah, é palco de uma disputa judicial entre árabes e judeus, que são os legais proprietários das casas desde a época do Império Otomano tendo sido expulsos pelas forças jordanianas que conquistaram a parte oriental de Jerusalém em 1948.

A vítima do atentado de hoje, identificada como Moriah Cohen de 26 anos, deixou a sua casa no bairro de Shimon Hatzadik aproximadamente às 7:20h da manhã para levar seus filhos à escola. Ela empurrava um carrinho de bebê quando foi surpreendida e esfaqueada nas costas por uma terrorista que fugiu logo em seguida.

De acordo com o Magen David Adom, versão israelense da Cruza Vermelha, uma chamada de urgência requisitando o envio de uma ambulância para as proximidades do túmulo de Shimon Hatzadik (Simeão, o justo) foi recebida exatamente às 7:31 da manhã. Ao chegarem ao local, os paramédicos encontraram a vítima, prestaram os primeiros-socorros e a levaram para o hospital Hadassah Medical Center em estado grave.

Mais tarde, a equipe médica do hospital informou que Moriah Cohen não teve nenhum órgão vital atingido e que seu quadro clínico era considerado leve.

Minutos após o atentado a Polícia de Israel montou uma operação com o intuito de prender a terrorista. Ela foi identificada com a ajuda de câmeras de segurança e presa enquanto se escondia em uma escola muçulmana.

De acordo com as autoridades israelenses a terrorista é moradora do bairro de Shimon Hatzadik e tem apenas 14 anos de idade. Seu nome ainda não foi divulgado.