Primeiro-ministro de Israel, Yair Lapid (GPO) Primeiro-ministro de Israel, Yair Lapid (GPO)

Para o primeiro-ministro Yair Lapid a normalização das relações entre Israel e a Arábia Saudita deve ser feita em prol da paz e pelo bem das futuras gerações.


Por Unidos com Israel

Jerusalém, 11/07/2022

 

O Primeiro-ministro de Israel, Yair Lapid, defendeu no início desta semana a adesão da Arábia Saudita aos Acordos de Abraão e a normalização das relações entre Riad e Jerusalém. Isto, enquanto falava sobre a visita do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a Israel.

Biden é esperado nesta quarta-feira (13) em Israel para sua décima visita ao país e primeira no cargo de Presidente dos Estados Unidos. Ele ficará em Jerusalém até sexta-feira (15) e partirá em seguida, diretamente, para Jeddah, na Arábia Saudita.

Por não haver relações entre Israel e a Arábia Saudita a rota de voo Tel Aviv-Jeddah, a ser feita pelo Air Force One, está sendo considerada histórica e pode representar uma aproximação entre os dois países. Esta visão, foi defendida pelo próprio presidente americano em um artigo de opinião publicado no jornal The Washington Post.

“De Jerusalém o avião presidencial viajará diretamente para a Arábia. Ele levará daqui uma mensagem de paz e esperança.  Israel estende sua mão para todos os países da região e os convida para juntos construirmos uma ligação, normalizarmos nossas relações e reescrevermos a história, pelos nossos filhos” disse o primeiro-ministro israelense Yair Lapid.

Apesar de Israel e a Arábia Saudita não manterem relações diplomáticas, uma aproximação entre Riad e Jerusalém é aguardada desde que foram assinados os Acordos de Abraão. Afinal, por ter o Irã como inimigo comum, ambos os países têm objetivos muito semelhantes nas áreas da segurança e defesa.