Faca usada pelo terrorista (Polícia de Israel) Faca usada pelo terrorista (Polícia de Israel)

Atentado na cidade velha de Jerusalém deixou dois policiais israelenses feridos.


Por Unidos com Israel

Tel Aviv, 07/03/2022

 

Dois policiais israelenses foram esfaqueados por um terrorista palestino no início da noite desta segunda-feira (7). O grupo Hamas assumiu a autoria pelo atentado que aconteceu em um dos acessos ao Monte do Templo, na cidade antiga de Jerusalém.

De acordo com o Porta-voz da Polícia de Israel, o terrorista deixou o Monte do Tempo, local onde hoje fica a mesquita Al-Aqsa e seguiu por uma das vielas da cidade antiga de Jerusalém. Ao se aproximar dos policiais israelenses ele retirou uma faca de suas vestes e os atacou. Primeiro, com golpes desferidos contra a região da nuca de um dos policiais. Em seguida, tentando ferir e lutando contra o segundo agente.

Mesmo feridos os policiais conseguiram atirar contra o terrorista e neutralizá-lo. Baleado, ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os agentes israenses foram encaminhados para dois hospitais de Jerusalém e não correm risco de vida.

Imagens gravadas por uma câmera de segurança mostram os momentos de tensão. O vídeo foi divulgado pelas autoridades israelenses.

 

 

Através de um comunicado o grupo Hamas assumiu a autoria pelo atentado dizendo que terrorista pertencia a organização e era morador da aldeia árabe de Jalazone, próxima a Ramallah. Ele foi identificado como Abd Al-Rahman Jamal Qassim.

Este é o segundo atentado por esfaqueamento que ocorre em Jerusalém em menos de 24h. Em outro episódio, na manhã desta segunda-feira, outro policial ficou ferido ao ser atacado por um palestino de 19 anos.