Sequestro em sinagoga no Texas termina após 11h, reféns foram salvos (AP Photo/Gareth Patterson) Sequestro em sinagoga no Texas termina após 11h, reféns foram salvos (AP Photo/Gareth Patterson)

“As orações foram ouvidas” tuitou o Governador do Estado do Texas, Greg Abbott, ao fim do sequestro na sinagoga Beth Israel, em Colleyville.


Por Unidos com Israel

Tel Aviv, 16/01/2022

 

Chegou ao fim o sequestro na sinagoga Beth Israel na cidade de Colleyville, Texas, onde o rabino Charlie Citron-Walker estava sendo mantido refén junto a outros 3 membros de sua congregação desde a manhã deste sábado. Eles foram surpreendidos durante a celebração de um Bar Mitzvá.

Colleyville é uma pequena cidade onde vivem aproximadamente 27.000 pessoas nos arredores de Dallas, capital do Texas. A comunidade Judaica reformista Beth Israel na cidade tem em torno de 150 famílias.

 

Foto do rabino Charlie Citron-Walker.

 

De acordo com a polícia local 3 dos reféns foram libertados aproximadamente às 21:55h deste sábado (horário local). Um quarto refén já havia sido libertado horas antes pelo sequestrador. Todas as vítimas estão vivas e não ficaram feridas.

A polícia de Colleyville informou ainda que o sequestrador “morreu”. O Porta-voz do FBI em Dallas disse que por hora não poderia divulgar a sua identidade.

Veículos de mídia locais afirmaram ontem que o sequestrador havia sido identificado como Muhammad Siddiqui, irmão da paquistenesa Aafia Siddiqui, condenada a 86 anos de prisão pelo assassinato de um agente do FBI. Apesar disso, os advogados da terrorista negaram a ligação fraternal.

Durante a ação o sequestrador fez exigências referentes a libertação de Aafia Siddiqui, que segundo ele havia sido condenada injustamente. Ele também teria pedido para conversar ao telefone com a terrorista.

Minutos antes do fim do sequestro a rede de notícias CNN informou que tiros foram ouvidos nas proximidades da sinagoga Beth Israel. Toda a área no entorno do local havia sido interditada pelas autoridades.

Após o fim do sequestro o Governador do Estado do Texas, Greg Abbott, usou suas redes sociais para informar a população que as vítimas havia sido salvas e estavam em segurança.

“As orações foram ouvidas”, tuitou Abbott.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi outro que usou as redes sociais para celebrar o fim do sequestro. Ele agradeceu aos agentes municipais, estaduais e federais envolvidos na ação e disse que os reféns logo estariam junto às suas famílias.

“Nos próximos dias nós iremos descobrir quais foram as motivações do sequestrador. Mas serei claro e direi para aqueles que desejam semear o ódio: nós nos posicionaremos contra o antissemitismo e o crescimento do extremismo em nosso país”, disse Biden.