Lapid e Netanyahu durante uma reunião em agosto deste ano (Amos ben Guershon, GPO) Lapid e Netanyahu durante uma reunião em agosto deste ano (Amos ben Guershon, GPO)

Resultado final das eleições em Israel foi divulgado na noite desta quinta-feira e bloco liderado por Benjamin Netanyahu saiu vitorioso, conquistando 64 das 120 cadeiras do parlamento israelense.


Por Unidos com Israel

Jerusalém, 03/01/2022

 

Após a divulgação do resultado final das eleições em Israel o primeiro-ministro Yair Lapid telefonou para seu adversário político e líder do partido Likud, Benjamin Netanyahu, reconhecendo o resultado das urnas. Lapid desejou boa sorte a Netanyahu e disse que instruiu seu gabinete a dar início aos preparativos para a transição de poder.

“Conversei agora à noite com o líder da oposição, Benjamin Netanyahu, e cumprimentei pela sua vitória nas eleições. Israel está acima de qualquer interesse político e eu desejo sucesso a Netanyahu, para o bem do povo e Estado de Israel. Informei ao líder da oposição que instruiu todos os braços do Gabinete do Primeiro-ministro a se prepararem para a devida transição de poder”, escreveu Lapid nas redes sociais.

 

 

Como já mostrava ontem o resultado parcial das eleições, o bloco de direita liderado por Benjamin Netanyahu saiu vitorioso no pleito realizado nesta terça-feira (1), conquistando 64 das 120 cadeiras do Knesset Israel. O número representa maioria, sendo suficiente para a formação de uma coalizão e governo, que pela 6a vez será comandado pelo líder Likud.

Além do partido de Netanyahu, que ficou com 32 das 120 cadeiras do Knesset, deverão compor o próximo governo israelense os partidos Sionismo Judaico, Shas e Judaísmo da Torá. Cada um deles conquistou respectivamente 14, 11 e 7 cadeiras no parlamento israelense.

O partido de Yair Lapid, Yesh Atid, conquistou 24 das 120 cadeiras do Knesset. O bloco liderado por ele é formado ainda pelos partidos Aliança Nacional (12), Israel Beiteinu (5) e Trabalhista (4).

Pela primeira vez desde sua criação em 1992, o partido Meretz, de estrema esquerda, ficará de fora do Knesset Israel. A sigla não conseguiu votos necessários para superar a Cláusula de Impedimento que é fixada pela legislação eleitoral israelense em 3,25% dos votos válidos. O mesmo aconteceu com o partido A Casa Judaica da Ministra do Interior Ayelet Shaked e com o partido islamista Balad.

Os partidos árabes Raam e Hadash-Taal, conquistaram 5 cadeiras cada no parlamento israelense.

No próximo domingo (6) o resultado oficial das eleições será formalmente entregue ao Presidente do Estado de Israel, Isaac Herzog. Este por sua vez, dará início ao processo de consultas partidárias e irá eleger Benjamin Netanyahu para formar uma coalizão e governo.