Danielle Akta (Screenshot) Danielle Akta (Screenshot)

Cidadão honorário do Rio de Janeiro o maestro Yeruham Scharovsky rege na noite desta quarta-feira a Orquestra Sinfônica de Jerusalém em apresentação única no Theatro Municipal, na Cinelândia.


Por Unidos com Israel

Jerusalém, 22/08/2022

 

Com a participação de um dos maiores prodígios do violoncelo, a israelense Danielle Akta, a Orquestra Sinfônica de Jerusalém se apresenta na noite desta quarta-feira (24) no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

O concerto único é beneficiente, sendo regido pelo maestro Yeruham Scharovsky que nasceu na argentina e emigrou ainda jovem para Israel.  Scharovsky já regeu a prestigiosa Filarmônica de Moscou e entre os anos 1998 e 2004, comandou a Orquestra Sinfônica Brasileira. Foi ele, o fundador e idealizador da Orquestra Sinfônica Jovem Brasileira, por isso condecorado com o título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro.

“É muito emocionante voltar ao Rio de Janeiro a frente da Orquestra Sinfônica de Jerusalém. O Rio e o Theatro Municipal são minha segunda casa”, disse o maestro que contou ter vivido no Brasil, muitos anos de alegria.

Yeruham Scharovsky disse ainda ser apaixonado pelo público carioca, que sempre o recebeu com muito carinho e afeto.

A apresentação desta quarta-feira é, sobretudo, um projeto social organizado pelo movimento judaico ortodoxo Chabad em apoio ao Lar da Esperança. Esta é uma instituição beneficente que dá assistência alimentar, médica, psicológica e social a milhares de pessoas.

O programa desta noite da Orquestra Sinfônica de Jerusalém começa com uma homenagem à música brasileira. Será interpretada a peça “O Guarani” de Carlos Gomes. Em seguida, está programado um concerto escrito pelo compositor Edward Elgar, que terá um solo de violoncelo que será protagonizado por Danielle Akta. A Quarta Sinfonia de Tchaikowsky fecha a noite com um toque especial e “gostinho de quero mais”.

Veja a seguir uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Jerusalém junto à Danielle Akta: